Quais são as causas da ausência ou perda das aréolas e mamilos?

  • Ausência congênita total ou parcial (Síndrome de Polland)
  • Queimaduras que acometam o broto mamário ou a aréola e mamilo
  • Necroses após mamoplastias e quadrantectomias
  • Necessidade de retirada da aréola-mamilo por câncer de mama

Quais são as formas de reconstruir o a aréola?

1 - Enxerto de pele:

O enxerto de pele na região da aréola é uma técnica ainda utilizada, porém não existe controle sobre a coloração final do enxerto, que é imprevisível. Por esta razão a pigmentação ainda é a mais utilizada.

Tatuagem médica2 - Pigmentação / Tatuagem areolar: Aréola pode ser reconstruída com técnicas semelhantes a da tatuagem, com o uso de um aparelho específico e pigmentos. Esta é a técnica que obtém melhores resultados. As limitações encontram-se na dificuldade de encontrar a mesma cor da aréola do lado contralateral, mas mesmo assim consegue-se bons resultados na maioria dos casos.

 Confira abaixo algumas fotos:

 

  Tatuagem de aréola após reconstrução de mama

Marcação da área a ser tatuada      Tatuagem sendo feita

Área logo após a tatuagem      Resultado final após a tatuagem

Existe necessidade de refazer a tatuagem das aréolas?

Na maior parte dos casos a colocarão da aréola clareia e após três meses esta coloração geralmente se estabiliza. Áreas com muitas cicatrizes, fibroses e seqüelas de radioterapia podem não pegar o pigmento e tem maior chance de ficarem machucadas depois da tatuagem. Por essa razão, retoques são comuns e fazem parte do processo para chegar a pigmentação ideal.

Tatuagem de aréolas para correção de alterações na coloração após mamoplastia

Testes de cores para a tatuagem      Resultado após uma sessão

Quais as formas de reconstruir os mamilos?

  • Enxerto do mamilo da outra mama (ideal para quem tem mamilos grandes)
  • Retalhos da pele da própria mama

Reconstrução de mamilos 

 Posteriormente é realizada a tatuagem para a reconstrução da aréola

Reconstrução de mamilos