O que é a abdominoplastia?

Locais onde são feitos os procedimentos cirurgicos de abdominoplastia

Trata-se da associação da lipoaspiração com a abdominoplastia clássica, que retira excesso de pele da região abaixo do umbigo e costura a musculatura dos músculos abdominais.

 

Quais são as vantagens dessa técnica?

A associação de técnicas refina os resultados, podendo-se obter um abdômen mais acinturado e esteticamente agradável. Reduz-se o excesso localizado de gordura na área do estômago, flancos e até mesmo no dorso, levando a uma grande satisfação das pacientes com os resultados pós-operatórios.

 

Com a lipoaspiração a área descolada de pele é menor e a lesão aos vasos linfáticos do abdômen é menor. A incidência de seromas (acúmulo de líquido na área operada) é muito baixa e não é necessário o uso de drenos, o que torna o pós-operatório mais confortável.

E o umbigo?

A maioria dos cirurgiões realiza a técnica na qual o umbigo original da paciente é “recortado” e no final da cirurgia temos uma cicatriz circular nesta região. Esta técnica é a clássica, sendo utilizada nas pacientes mais magras, porém a Dra. Tatiana utiliza também a técnica na qual o umbigo é refeito sem cicatrizes externas. Trata-se da neoumbilicoplastia.

 

Abdominoplastia em Âncora

 

Locais de cicatriz da abdominoplastia em âncora

Para os(as) pacientes que fizeram cirurgia bariátrica ou para aqueles que emagreceram muito, o excesso de pele no abdomen podem necessitar da retirada de uma quantidade maior de tecidos que é realizado com a abdominoplastia em âncora

 

Trata-se da retirada de tecidos no sentido horizontal (como nas abdominoplastias convencionais) e da retirada de pele também no sentido vertical, através da adição de uma cicatriz vertical no abdomen

 

Os pacientes que fizeram a cirurgia da obesidade (sem ser por laparoscopia) já tem uma cicatriz na região superior do abdomen e que numa grande parte dos(as)  pacientes é uma cicatriz alargada e de má qualidade. Além disso em cerca de 25% dos casos existem hernias nesta região que devem ser reparadas durante a cirurgia de abdominoplastia

 

As vantagens desta técnica são:

  • Melhorar a qualidade da cicatriz já existente na região
  • Corrigir hérnias incisionais
  • Acinturar mais o(a) paciente pois retira-se uma grande quantidade de tecido no sentido vertical

Desvantagens da abdominoplastia em âncora:

  • Extensão da cicatriz

De qualquer forma os detalhes da cirurgia e a decisão por este procedimento são definidos conjuntamente com o(a) paciente durante as consultas pré-operatórias.

O que é mini-lipoabdominoplastia?

Algumas pacientes possuem flacidez e gordura localizada na barriga, porém não tem muita sobra de pele na região abaixo do umbigo. Neste caso, pode-se retirar uma menor quantidade de pele, com cicatrizes menores. Realiza-se a lipoaspiração de flancos e do abdômen superior e o próprio umbigo da paciente é fixado alguns centímetros abaixo da localização inicial. A plicatura(costura) do abdômen é realizada como na abdominoplastia convencional e nesta cirurgia também não se colocam drenos.

Como é o pós-operatório?

A lipoabdominoplastia exige pelo menos 4 semanas de recuperação, que é gradual e dependente do uso de malhas elásticas e drenagens linfáticas, que ajudam na absorção do edema causado pela cirurgia. As massagens devem ser mantidas até pelo menos o segundo mês, bem como as cintas que modelam o novo abdômen.

Após o primeiro mês a paciente vai sendo liberada para reassumir suas atividades habituais como dirigir e fazer atividades físicas leves como caminhadas.

Como é a sensibilidade do abdômen após a cirurgia?

Existe uma perda parcial da sensibilidade do abdômen inferior devido à lesão dos nervos, desta região, que no entanto não é causa de queixa ou incômodo para a maioria das pacientes.

É possível a associação de outras cirurgias abdominais à lipoabdominoplastia?

Sim. A ligadura de trompas é a mais comum, por ser simples e rápida. A histerectomia (retirada do útero) e a colecistectomia (retirada da vesícula biliar) podem ser realizadas concomitantemente à lipoabdominoplastia, porém particulamente a Dra Tatiana Caloi não incentiva estas associações. Cada caso deve ser analisado individualmente, lembrando-se que os riscos de infecção, trombose das veias profundas das pernas e a necessidade de transfusão de sangue aumentam com o tempo prolongado de cirurgia.

 

Download do termoClique aqui e faça o download do termo de consentimento para essa cirurgia